INSÔNIA - Osho, em "Corpo e Mente em Equilíbrio"



"Você sempre acorda entre 3 e 4 horas? 
Ora, aproveite esse tempo para meditar. 
Sempre aproveite as oportunidades para alguma coisa. Seja criativo com relação a tudo. Se não consegue dormir, não há razão para se forçar.

O sono é uma dessas energias que não podem ser controladas. Se tentar controlá-lo, ficará agitado. Se fizer alguma coisa para conseguir dormir, isso se tornará um empecilho, porque o sono é contra o fazer; é um estado de não-fazer.

Por isso, se fizer algum esforço como, por exemplo, contar carneirinhos, repetir um mantra, virar-se de um lado para o outro, começar a chamar por Deus e a rezar, isso tudo só vai mantê-lo mais acordado. Isso não ajuda em nada, mas é o que as pessoas normalmente fazem.

O meu ponto de vista é totalmente diferente. Para começar, se você perdeu o sono, isso significa que seu corpo está perfeitamente descansado.

"ALCANCE AS ESTRELAS"




Assim como a miséria pode ser contagiosa, a saúde também pode. Uma pessoa iluminada está destinada a criar nos outros um desejo urgente, imediato, de possuírem a mesma luz.

Uma pessoa dançando e cantando com abandono vai certamente afetar outras pessoas porque elas também estão carregando a mesma canção oculta, a mesma dança — elas também foram aleijadas pela sociedade.

Elas também têm os mesmos olhos para a beleza, mas foram cegas pela sociedade. Elas também têm energia para celebrar, mas esta sociedade não acredita em celebração.

A FONTE ESTA DENTRO DE VOCÊ




"Se alguém chegar a um Buda e o insultar, não será capaz de criar nele nenhuma raiva. Ou, se chegar a Jesus, Jesus lhe dará a outra face. Ou, se chegar a Bodhidarma, ele vai morrer de rir. Isso depende.

O outro não é a fonte.
A fonte sempre está dentro de você.

O outro está apenas atingindo a fonte, mas, se não existir raiva dentro de você, ela não surgirá.

Se você bater num Buda, só sairá compaixão, porque nele só a compaixão existe. A raiva não virá à tona porque ela não existe.

4 CHAVES PARA A SUSTENTAÇÃO DO ÊXTASE



No mundo somos condicionados a pensar compulsivamente. Isso nos fez perder a conexão com o belo e com a Verdade: nós olhamos para uma paisagem e não a vemos; ouvimos uma música, mas não a escutamos. Isso acontece porque a mente está muito ocupada em classificar e rotular. O máximo que surge é uma interpretação mecânica do que os sentidos estão recebendo: “Que bonito!”. Mas, na verdade, você não está vendo ou escutando porque, para isso realmente acontecer, o vazio se faz necessário, pois somente uma mente serena é capaz de perceber o Ser. 


Quanto mais intensa é a percepção do Ser, mais brilho e beleza você vê. O que te impede de ter a consciência da unidade é a mente agitada que, além de impedir a percepção da beleza, também não permite que você produza beleza. A mente agitada somente pode reproduzir agitação, seja na forma da arte ou de qualquer outra produção visível no mundo. Toda a feiúra é resultado da agitação da mente. Todos os protestos de onipotência, todo o medo, o ódio, o sofrimento... Tudo isso ganha forma na matéria através da reação, ou seja, o contrário da ação.

Ação é aquilo que nasce do coração. O coração é o próprio Ser. Estando com a mente serena, o Ser se manifestará e você perceberá que está conectado a tudo. Você perceberá o corpo como um pequeno aspecto da realidade e verá que você é a própria vida, cuja essência é o amor. Qual é a natureza de uma flor? Perfumar e embelezar. Mas, o que move essa flor a perfumar e embelezar? É o amor, pois ele move tudo o que existe. Então, quando se tem um vislumbre do eterno, é natural que você seja consumido pelo amor.
Mas, quando você se relaciona com o outro, existe a tendência de novamente perder a presença porque sua mente tende a se agitar. Por isso é importante você sempre se lembrar de um fundamental desafio para a espécie humana que é manter a presença enquanto se relaciona.


CURAR A MÃE TERRA






Um dos entendimentos básicos que podem fazer muita diferença é a percepção de que toda a Vida na Terra está intrinsecamente ligada, de tal forma que a nossa Terra viva, é considerada um vasto ser senciente, mãe de mais de 30 milhões de espécies, as quais contribuem para a continuação da existência. Assim como o corpo humano é composto de triliões de células que trabalham juntas como um único ser vivo, assim funcionam os milhares de espécies e formas de vida na Terra, que em conjunto trabalham como um super organismo vivo.


As florestas tropicais, parte do pulmão do planeta, em conjunto com os oceanos, são responsáveis pela troca do dióxido de carbono pelo oxigénio. Os rios e riachos formam o sistema circulatório do corpo planetário, fornecem a água limpa e lavam todo o sistema. As correntes invisíveis da força universal que giram à volta do nosso planeta são como os meridianos de acupunctura que carregam essa força vital para dentro do corpo humano. Os ciclos sazonais são um espelho das mudanças corporais, da contracção do outono para o renascimento inevitável na primavera. Tudo funciona em uníssono de forma ordenada e esplendorosa, desde a mais pequena espécie de algas, bactérias e plâncton até à migração de aves caribu e baleias. Tudo é inteligente e auto-regulado e tudo age de forma sábia e coerente... Excepto a espécie humana.